Onde Dra. Kátia atende? | Exames de Phmetria e Endoscopia | Astronet | Peso e altura | Introdução dos alimentos | Links | Downloads
Mídia RSS Galeria
Esta página contém uma série de perguntas e respostas que são comumente questionadas pelos pais das crianças à Pediatra. Está dividido em categorias para facilitar sua consulta. É importante que fale com seu pediatra antes de utilizar qualquer recomendação que aqui surgir.
   
Segurança
Gravidez
Alimentação
Amamentação
Crescimento
Vacinas
Doenças
Exames
   
  Cinema, Teatro,
CD's, DVD's,
Livros, Férias,
Parques...
 
Veja aqui
   
  Mel, Ovo, Papinhas,
Comida da família sem
modificação e etc
 
Veja aqui


Especialistas recomendam amamentação prolongada para crianças com alergia ao leite de vaca.

Segundo pesquisadores da Universidade Federal de Mato Grosso, o aleitamento materno deve ser estimulado e prolongado em crianças com alto risco de hipersensibilidade, com o consumo de leite de vaca sendo evitado pela mãe durante a lactação. De acordo com os especialistas, o leite materno é importante para o recém-nascido em vários aspectos, mas, quando o bebê apresenta manifestações de alergia alimentar, é importante que a mãe evite a ingestão do leite de vaca no período de amamentação, para evitar sensibilização do lactente pelas proteínas potencialmente alergênicas presentes nesse alimento.

Para ilustrar essa recomendação, os pesquisadores apresentaram, no Congresso Brasileiro de Pediatria, o caso de uma criança de seis meses de idade, do sexo masculino, que apresentou várias manifestações alérgicas após ingerir, pela primeira vez, leite de vaca integral. Natural do Japão e procedente de Cuiabá-MT, a criança – que estava em aleitamento materno exclusivo – apresentou falta de ar, respiração ruidosa e aparecimento de placas descamativas e que coçavam na pele dos membros, orelhas, palma da mão e planta dos pés após a primeira ingestão de 20 ml de leite de vaca.

De acordo com os pesquisadores, a resposta alérgica ao consumo do leite de vaca foi controlada com o uso de antialérgico oral na criança – que não apresentava febre, diarreia vômito, tosse ou síncope. A mãe – que já havia apresentado alergia ao leite de vaca na infância e rinite alérgica – foi orientada a não oferecer leite ou derivados, mantendo o aleitamento materno pelo máximo de tempo possível. "Em crianças de alto risco para atopia, o aleitamento materno deve ser estimulado e prolongado. Apesar de controverso, durante a lactação pode ser excluída a ingestão do leite de vaca pela mãe, para evitar sensibilização do lactente pelas proteínas com potencial alergênico existentes no leite de vaca como no caso relatado", concluíram os autores.

 

Fonte: 34º Congresso Brasileiro de Pediatria. Outubro de 2009.
Disponível em: boasaude.uol.com.br.

Voltar  

Início | Dra. Kátia | Celíacos | Receitas | Artigos e notícias | Dúvidas | Jogos | Dicas | Fale conosco
Exames de Phmetria e Endoscopia | Astronet | Peso e altura | Introdução dos alimentos | Links | Mídia | Downloads | RSS | Galeria

By Designer de Interfaces Kéu Meira Resolução Mínima de 1024 x 768 © Copyright 2007 - 2012 Dra. Kátia Baptista