Pilhas Elétricas
Existem cinco grandes tipos de acidentes relacionados com pilhas:

1. Fugas de líquidos electrólitos, tendo como consequência as queimaduras na pele e mucosas (por vezes nos olhos).

2. Intoxicação por ingestão, especialmente por crianças pequenas.

3. Explosão da pilha, com consequências imediatas de queimaduras, lesões faciais e particularmente oculares.

4. Ingestão das pilhas em forma de botão, com perfuração química do aparelho digestivo ou bloqueio do tubo digestivo, ou aparelho respiratório se a pilha for aspirada.

5. Introdução no nariz e no canal auditivo. Devemos saber que as pilhas eléctricas não são brinquedos nem objectos inofensivos. Basta pensar que, se uma ou duas pilhas conseguem pôr a funcionar um jogo, um rádio ou até um computador, é porque contém elementos com muito poder, tanto mais concentrado quanto mais pequena for a sua dimensão.
Devemos evitar que as crianças mexam nas pilhas e habituá-las a, se precisarem de mudar pilhas de algum aparelho, pedirem aos pais ou a um adulto para o fazer.

Lembre-se que não deve deitar as pilhas no lixo, mas sim nos locais próprios.